20 de dez de 2010

A vida é quase uma merda

Xiriguidum, emprego novo! Na real, finalmente um emprego, porque antes eu era escravejária, agora estagiária. Até o toque do celular dizia isso. Trabalhava igual uma condenada, ganhava igual uma mendiga em dia de chuva. Fora que era um escritório, burocracia, papelada, chefe xarope, mulher do chefe insuportável, colegas pedantes. Uix, até “pedante” eu aprendi a falar.

Aí consegui essa vaguinha aqui. Coisa boa, né? Clínica de fisioterapia, bem na minha área! Gente bacana, bem vestida, clientes ricos e limpinhos. Ai, ai, viver é bom!

A única coisa desagradável é essa escadaria. MeL DeLs, até já decorei a sequência: 8 degraus, dois passos, onze degraus, dois passos, nove degraus, um passo, vira à esquerda, seis passos, vira à direita, abre a porta e eis-me aqui. Óbvio que tem um elevador pros clientes, mas subir escada te ajuda a subir na vida!

- Bom dia, senhor, em que posso ajudar?

(Ai, tadinho do tiozinho, subiu pela escada!)

- Bom dia, senhorita... deixa-me ver teu crachá... Julieta Cristina. Olha que legal, é o nome da minha bisavó!

(vou matar esse velho)

- Que coincidência, não é? Em que posso ajudá-lo?

- Tenho consulta marcada com o Dr. Mazandro.

(Aff... isso nunca vai acabar? É cada nome que me persegue...)

- Ah, pois não. Qual é o seu nome?

- Nabucodonosor.

(Pelamordedeus...)

- Um momento, senhor, não estou localizando seu cadastro.

(O enfermeiro engraçado e piadista chega, enquanto o paciente se apoia no balcão para olhar o monitor e acaba soltando um mega peido. Sai correndo, pedindo desculpa, enfermeiro gargalhando, Juju não sabe o que fazer.)

- Senhor, o Dr. Mazandro está aguardando! O elevador é à esquerda! Ai, G-Zuis! Frederico, me ajuda!

- É Ferdinando hahahahahha. Pera, vou buscar o peidorreiro. Õ seu Nabuco, volta aqui!

- Ferdinando, tira a mão do nariz, tadinho do Seu Nabucodoseiláoque.

- Ô seu Nabuco, pelo menos fica respirando aqui até esse fedor passar! Puta merda, tu comeu urubu ensopado? Que futum hein??

- Tá explicado, Fer... O sobrenome dele é Phlattum!

Ai ai. A vida é uma obra!

0 comentários: