4 de nov de 2010

Vingança é um prato que se come frio

Primeiro dia de aula é sempre um pé no saco... A Carminha Fru-Fru contando das "magníficas férias em Aspen", o ridículo do Adolfo, todo bronzeadinho (ai coisa mais linda) contando do carnaval em Porto Seguro, a Taty falando de como se divertiu naquele baile de carnaval que eu nem gosto de lembrar que fui.

Ai, Zeus, não acredito! Não, não e não! Vou falar com o reitor! O que esse cara tá fazendo aqui? Aliás, será que a esposa sabe que ele tá aqui?

- Lucinha, quem é aquele ali?

- Ai Cris, calourEnho. Fofo, né? Acho que vou ali dar as boas vindas...

- Vai nada nega, ele é casado.

- Claro que não, tá sem aliança, olha bem!

- Eu conheço ele, Lu... É casado sim. Nem posso dizer "maldito o dia", porque foram dias maravilhosos. A gente se divertia, transava, ria, transava, passeava... não, a gente não passeava. Sempre nos encontrávamos já dentro do cinema, ou nos shows, mas ele nunca passava pra me pegar. Nunca fomos num barzinho ou restaurante, e só quando eu tomei coragem pra dizer que me apaixonei ele disse que era casado. Tão novinho, tão lindo, tão bom de cama, tava bom demais pra ser solteiro.

Ai ai...G-Zuis, o Édson! Nãuuuuooooooô! Meu primeiro amor de adolescência, mil vezes não! Ixi, ele tá tão feio! Esquisito, parece que tá doente.

- Oi Édson (estranho, não fiquei nervosa)!

- Oi Cris! Nossa, como você tá linda! Esse cabelo... colorido realçou teus olhos, tá lindona mesmo!

- Obrigada (double estranho, não tô tremendo)! E aí, facul nova?

- É, finalmente passei no vestibular pra História, vamos nos ver direto pelo jeito.

- É, acho que talvez (ué, não tô "mimo"). Não saio muito da minha sala, mas a gente se vê sim.

- Já vi que vou adorar essa faculdade...

- Ah é? (Epa, só um pouquinho! Tô louca ou ele tá se querendo pro meu lado? Chegou a hora da vingança? Ah não, isso tá bom demais pra ser verdade!)

- É sim. Teu telefone ainda é o mesmo? A gente podia marcar de sair...

- Ahmmm ("olha o que perdeu, a gorda emagreceu, bem feito pra você, agora eu sou mais eu....")... Na verdade mudei meu cel faz pouco tempo, ainda não decorei o número. Me dá o teu, quando rolar eu te ligo.

- Mas tu promete que me liga?

- Sim, quer dizer... quando tiver alguma coisa legal pra gente fazer eu te aviso.

- Ou senão a gente se fala por aqui.

- Tá, até mais.

- Ei, péra, e meu beijo?

- Puxa da memória algum daqueles que eu vivia tentando roubar de ti e tu nunca quis...

Aeeê! E viva o Shake emagrecedor (apesar de que "shake" me lembra do Shakespeare, aí lembro que meu nome é...)...

- Julieta Cristina!

- Presente, professora...

- Tu pode fazer a gentileza de responder o que te perguntei?

Ai, fezes, tudo de novo!

0 comentários: