16 de nov de 2010

Conto do Encontro

Madrugada de sábado pra domingo, fim de festa, ela chateada porque dançou pouco, ele chateado porque bebeu pouco. Ela olha pro lado e vê o cara interessantíssimo que conheceu naquela entrevista de emprego, de calça jeans e camiseta branca. Lindo e sorrindo pra ela. Acena e continua andando ao lado de seu marido, que a puxa em direção à saída.

Surpreendentemente, ela vira e diz "amor, te importa de ficarmos mais um pouco? Acabei de ver um conhecido, quero te apresentar a ele." E o tal conhecido era ele. O outro ele, com o qual ela andava sonhando ultimamente. O outro ele povoa seus sonhos sem pedir licença, lépido e fagueiro, serelepe como um menino que faz traquinagens no quintal do vizinho. E é – literalmente – o quintal do vizinho... Eles se cumprimentam, ela o cumprimenta (novamente), ele se lembra que os dois se conheceram na entrevista pro emprego que ela não conseguiu, e a conversa se seguiu. Eles conversavam, mas ela impressionantemente emudeceu. Não queria falar besteiras, não queria transparecer o nervosismo, ficou insegura. Tremia, suava nas mãos, os joelhos sumiram. Ele convidou o outro ele pra um mate no domingo à tardinha, despediram-se e foram pra casa.

Qual era mesmo a música que tocava no som ambiente do escritório, no dia da entrevista? Era um dos Stones, mas qual... não era Angie... ah, era Simpathy for the devil:

" Please allow me to introduce myself
I'm a man of wealth and taste
I've been around for a long, long year
Stole many a man's soul and faith
And I was 'round when Jesus Christ
Had his moment of doubt and pain
Made damn sure that Pilate
Washed his hands and sealed his fate
Pleased to meet you
Hope you guess my name
But what's puzzling you
Is the nature of my game
I stuck around St. Petersberg
When I saw it was a time for a change
Killed the Czar and his ministers
Anastasia screamed in vain
I rode a tank
Held a general's rank
When the Blitzkrieg raged
And the bodies stank
Pleased to meet you
Hope you guess my name, oh yeah
What's puzzling you
Is the nature of my game, oh yeah
I watched with glee
While your kings and queens
Fought for ten decades
For the Gods they made
I shouted out
"Who killed the Kennedys?"
When after all
It was you and me
Let me please introduce myself
I'm a man of wealth and taste
And I laid traps for troubadors
Who get killed before they reached Bombay
Pleased to meet you
Hope you guessed my name, oh yeah
But what's puzzling you
Is the nature of my game, oh yeah, get down, baby
Pleased to meet you
Hope you guessed my name, oh yeah
But what's confusing you
Is just the nature of my game
Just as every cop is a criminal
And all the sinners Saints
As heads is tails
Just call me Lucifer
'Cause I'm in need of some restraint
So if you meet me
Have some courtesy
Have some sympathy, and some taste
Use all your well-learned politesse
Or I'll lay your soul to waste"

Pareceu tão pertinente...

"Amanhã vou acordar cedo e fazer uma big faxina na casa e em mim", pensava ela, enquanto tomava um banho pra ir dormir.

1 comentários:

Hugo Pires Teixeira (@hugopt) disse...

Me amarro nessa fase dos Stones, especialmente essa música.
Continuo leitor assíduo
Abraço
@hugopt
www.hugopt.blogspot.com