27 de jan de 2011

Família que se cuida unida

Ai ai, coisa boa. Descobri uma manicure ma-ra-vi-lho-as que atende a domicílio, sugestão da Alicinha Francine. O nome é um tanto quanto esquisito, Rafilda, mas por que haveria de ser diferente né? Espero que ela não se atrase, a mãe chamou a cabeleireira e a depiladora também, essa festa de amanhã promete!
(toca a campainha)
- Bom dia, sou a Agnônima, a dona aí me chamou pra depilar.
Ai Zeus, eu não posso rir. EU NÃO POSSO RIR!
- Entra, Dona Agnônima, a mãe já desce.
- Ah, é sua mãe? Nussa, parecem irmãs.
Por que será que não fui com a cara dessa doida?
(mãe chama, do alto das escadas)
- Jujuuuuuuuuuuuuuuuuu, vai te depilando, tõ terminando de lavar o cabelo, a guria da escova já tá aqui!
Que coisa, nem escutei a campainha. Bom, tá.
- Ô Agnônima, começa por mim então, vou fazer axila, meia perna e virinha.
- Frente e verso, Juju?
- Me chama de Cris. Não, só frente.
Bem capaz que vou mostrar meu lindo derrière pra uma quase anônima.
(quase 1 hora depois, uma Juju totalmente suada sobe pra tomar banho, enquanto sua mãe desce pra se depilar.)
Maldita desconhecida, quase me arrancou a pele junto com os pelos, ninguém nunca falou pra ela de termômetro? Vou ficar com o sovaco vermelho até o fim dos tempos!
- Ô fia, já lavou os cabelo? Bora escovar?
Ai que delírio, uma cabeleireira semi-analfabeta, tudo o que eu mais queria na vida!
- Já sim, vamos descer que é mais ventilado lá na sala e a manicure deve estar quase aí.
- Você que manda, benhê.
Toca a campainha.
- Bom dia, sou a Rafilda, a dona Cris me ligou pra...
- Oi Rafilda, entra, sou a Cris. Se importa de fazer minhas unhas enquanto a outra moça escova meu cabelo? A mãe se confundiu com os horários...
- Sem problemas, costumo fazer esse serviço com as minhas irmãs. A gente atende em conjunto, fica até mais fácil.
- Ah, que legal, família que trabalha unida né? Então, a mãe tá lá dentro com a Agnônima, a depiladora, e essa aqui é a... Oi, como é o teu nome?
- Larúbia? Hahahahhaha
- Rafilda! Se a gente tivesse combinado não dava tão certo, né?
- Ah, vocês são irmãs?
- Somos, e a Agnônima é a mais velha! Hahahahha
Que coisa...
(Juju sentada com os braços levemente abertos pra aliviar a queimadura da depilação, cabeça sendo puxada pra todos os lados pela Larúbia, pernas levantadas para que Rafilda pinte suas unhas, sua mãe entra na sala)
- Mãe, olha que bizarro, a Rafilda e a Larúbia aqui são irmãs da Agnônima!
- Ai que divertido!! E olha que legal, a gente realmente parece irmãs!
- Como assim, mãe, já tá bêbada? Ou ainda, sei lá...
- Não, bobinha, a Agnônima me falou que tu já tem teus primeiros pentelhinhos brancos! Quer tirar foto da gente de irmãs gêmeas de pêlos? Ah, não vai dar, a Agnônima arrancou todos, tu sabe que eu gosto de...
- Ai mãe, para, me deixa morrer em paz!

0 comentários: