13 de jan de 2011

Pequena guerra contra a balança

- Moça, a fila pra gestantes é ali, ó.

Merda. Juro: nunca mais uso bata. Cacete, eu emagreço horrores, faço bodyjump, regime, fico sem beber cerveja e me tiram pra grávida? Bem que a Patty Braga me falou que isso podia acontecer. Azar, vou pra fila, tá menor mesmo.

Tá, contas pagas, vou pra casa do Mário. Xiriguidum, saudade do meu neném! Ai G-Zuis, o Webmilton! Droga! Eu era toda apaixonadinha por ele no colégio, esse ogro nunca me deu bola porque eu era gorda. A vaca louca da Gabi me disse que ele tinha voltado pra cidade, mas eu não acreditei. Merda, eu tô de bata! Bom, agora já era.

- Oi, Web.

- Oi Juju, como você tá bonita!

- Nossa, alguém que ainda me chama de Juju... Pois é, tô bem né?

- Tá sim, linda, magrinha. Tentando disfarçar a gostosura com essa blusa folgada, né? Não adiantou, tô te vendo!

(Vai Cris, faz cara de tímida!)

- Ai seu bobo. Não gosto de me expôr, meu namorado não gosta. Deixa eu ir, ele tá me esperando.

- Tá certo. Bom te ver! Aliás, tá uma delícia ficar te olhando!

(Te segura Cris, não canta agora)

- Pode. Só olhar, só olhar... Tchau!

Baba, olha o que perdeu. Baba, a gorda emagreceu, bem feito pra você, é, agora eu sou mais eu. Isso é pra você aprender a nunca mais me esnobar!

1 comentários:

Cacá Martins disse...

haha, baba baby, adorei ^^