10 de mai de 2010

Pai - 1

Oi pai!

Sempre me surpreendendo, né meu velho...

Quando eu ia imaginar que você, aos 63 anos, ia aceitar tão bem o divórcio? A idéia de visitar o tio, aí no Mato Grosso, foi genial. Mais genial foi conquistar a vizinha de 30 anos, hein tigrão? Agora me surpreende mandando torpedo pra dizer que tá com internet em casa. Depois te passo os links pros sites de sacanagem que você pediu, tem um de peitudas que é a sua cara!

Ô pai, lembra da Jane? Aquela minha primeira namorada que fugiu com o filho do prefeito pra casar e logo depois ficou grávida e eu quis me matar? Eu a encontrei no orkut, continua uma delícia. Por acaso encontrei a filha dela, Juliana. Sei não, mas ela – a Juliana – é muito parecida com a minha mãe. O formato dos olhos, o dente separadinho na frente, a sobrancelha bem arqueada. Olhei a data de nascimento dela e me assustei, ela nasceu em novembro, exatamente 9 meses depois do carnaval que eu passei com a Jane no camping. E ela fugiu com aquele cara na Páscoa, que pelo que sei é 40 dias depois do carnaval. Tá certo que eu tinha 16 anos e o babaca 21, cheio de dinheiro, coisa que eu sou agora e ele tá falido, a mana me falou. Na boa, tô meio assustado com a possibilidade de ter uma filha de 24 anos, muito bonita, ainda mais filha da Jane que foi meu primeiro amor. Não vem me chamar de viado, ela foi meu primeiro amor mesmo, viadagem é usar camisola rosa igual o jogador do teu time lá.

O que mais me preocupa é que eu poderia pegar a moça na balada sem saber! Ela é muito bonita, tem a idade das mulheres que eu pego normalmente, não sou um maníaco pra comer minha própria filha! Se bem que eu comeria se ela não fosse minha filha, é muito gata! Aliás, se ela for mesmo, você já é avô! Hahahahaha

No mais era isso, ainda não dá pra ir visitar o senhor. Felizmente tô cheio de projetos pra entregar lá na empreiteira, umas obras pra vistoriar, troquei de carro e ainda tô me acostumando a ter que trocar de marcha de novo. Nunca mais compro carro automático, tira todo o prazer de dirigir, bem que você me avisou.

Vê se faz um msn, fica mais fácil de conversar. A Samanta te chamou de pai desnaturado por não mandar torpedo pra ela também, mas a besta trocou de número de celular e nem eu sabia. (e esqueceu da portabilidade, a burra. Tinha que ser loira, mesmo contra a natureza morena.)

Abração pai, fica bem aí!

Alex

P.S.: a Juju, aquela gatinha que eu conheci no carnaval, não me quis, falou que sou muito velho pra ela hahahahah. Quase peguei a mãe, que é bem boa, mas vi na festa à fantasia vestida de Mulher Maravilha acompanhada de um velho, aí perdi o tesão.

0 comentários: