7 de mai de 2010

Só sei que sinto

Têm vezes que eu gostaria de não sentir. Eu sinto medo e sinto gosto de sangue na minha boca. Sinto cheiro de vela, sinto minha pele arrepiar, sinto meu olhar se perder e percebo a escuridão.

Minhas veias pulsam querendo rasgar meu corpo. Meus dentes se apertam, meus lábios se cerram, nos pulmões já não entra ar.

Segundos se passam.

Ao voltar os sentidos o pensamento de que tudo foi um pesadelo.

Eu acho…

0 comentários: